jump to navigation

EVOLUÇÃO NO KARATE-DO Abril 4, 2009

Posted by akwado in Karate.
trackback

A prática correcta do Karate-Do obedece a uma metodologia de educação integral. A busca do equilíbrio interior, um dos seus maiores objectivos, desenvolve-se em 5 fases:

1ª FASE: Corresponde a inicialização, e vai desde o cinto branco até o nível de cinto castanho. Sendo esta a fase inicial, é aconselhável que o aluno aceite com humildade todos os ensinamentos e as tarefas, que irão variar conforme a evolução dos cintos; nada deve ser rejeitado antes de ser praticado. O iniciante deverá dominar todos os fundamentos básicos de kihon, kata, sanbon kumite, ohyo kumite e kihon kumite, da forma mais pura possível, evitando criar qualquer tipo de vício. É o momento de aproveitar o entusiasmo dos principiantes, incentivando-os a ler os textos que contêm os fundamentos filosóficos dos diversos estilos de Karate-Do (Shotokan, Goju-Ryu, Wado-Ryu, etc).

2ª FASE: Abrange desde os cintos castanhos até os cintos negros de 1° Dan. Esta é a fase de auto-avaliação dos conhecimentos básicos assimilados por cada um. Para isso, aconselha-se que o aluno participe de competições, a fim de que vivencie vitórias, derrotas e todas as sensações que as acompanham. Como o desempenho físico e a habilidade técnica de cada atleta estão no seu ponto máximo, é o momento de desenvolver o autoconhecimento e a autoconfiança. É importante que o aluno conte com o apoio psicológico necessário para que possa melhorar o seu desempenho.

3ª FASE: Compreende os cintos negros de 2° ao 4° Dan. Nesta fase, o desempenho físico, técnico e mental em termos de competição atinge o máximo grau de integração. Normalmente os grandes títulos internacionais são obtidos aqui. Entretanto, passada esta fase de máxima ascensão física, segue-se um natural declínio e um desgaste em termos de competição. Por isso mesmo se evidencia nesta fase, a necessidade maior de apoio psicológico ao atleta e seu domínio do embasamento filosófico das actividades. Isso o auxiliará na compreensão e aceitação de seus limites técnicos, físicos e mentais.

4ª FASE:  Compreende os cintos negros de 5° ao 6° Dan. É a fase de grande maturidade e completo desenvolvimento do potencial físico; ainda se busca, porém, um estado de maior tranquilidade mental e completa harmonia com o mundo e a sociedade. É o momento em que o karateca está apto a transmitir, à comunidade em geral, os conhecimentos que  adquiriu. O declínio físico, decorrente da idade, justifica a busca, pelo praticante de Karate-Do, de uma visão espiritual que lhe permita manter a eficiência.   

 5ª FASE:  Cintos negros de 7° dan em diante. Esta é a fase de completo aprimoramento. O indivíduo deve ter desenvolvido todas as suas virtudes, seus valores morais, atingindo então uma grande paz espiritual; é considerada a fase da libertação completa, o (satori). O grau de aperfeiçoamento de sua personalidade lhe permite actuar beneficamente no âmbito social, onde pode agir como revitalizador dos ambientes e como elemento catalisador da harmonia e do fluxo natural dos acontecimentos.

 

 

 

Anúncios

Comentários»

1. tania - Novembro 24, 2009

adorei essa pagina

2. tania - Novembro 24, 2009

adorei essa pagina


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: